PÁROCO Pe. JOSÉ EMERSON

Pároco Pe. José Emerson

Sou o primeiro filho de três. Brasiliense e filho de cearenses. Sempre tive uma vida simples e fundamentada na fé. Meus pais nos educaram nos princípios cristãos e isso me fez, mais tarde, pensar na possibilidade de me tornar padre. No momento de decidir, não tive dúvida que Deus me chamava a ser ministro Seu. Em 1996 entrei para o Seminário Menor que, na época se encontrava acima das antigas instalações da Cúria Metropolitana de Brasília e onde atualmente se encontra a Rádio Nova Aliança; ali vivi 3 anos e depois precisei sair do seminário, pois tive problemas com os estudos.

No ano jubilar 2000 ingressei no Seminário Maior Nossa Senhora de Fátima onde permaneci sete anos concluindo, assim a minha formação inicial para o sacerdócio. Fui ordenado diácono no dia 27 de junho de 2006 e a ordenação sacerdotal aconteceu no dia 09 de dezembro do mesmo ano. Meu primeiro trabalho depois de ordenado foi ser vigário na paróquia São Gabriel Arcanjo no Recanto das Emas onde permaneci por 11 meses; em seguida fui enviado a trabalhar na criação e estruturação do Propedêutico que é a primeira etapa a que passam os jovens que atualmente ingressam no seminário e aí permaneci por 2 anos e meio. Em junho de 2010 fui enviado por dom João Braz de Aviz, então Arcebispo de Brasília, a ser vigário na Paróquia Maria de Nazaré em Samambaia colaborando com o grande amigo Pe. Wilkie Bandeira Claret. No dia 23 de novembro de 2010 dom João me chama para comunicar a possibilidade de ser enviado para a paróquia Santíssima Trindade em Ceilândia Norte. Essa notícia me surpreendeu e, ao mesmo tempo, me alegrou pois conheço bem essa região por ter crescido nela. Após ouvi-lo aceitei e me coloquei à sua disposição. Minha posse nesta paróquia se deu no dia 20 de janeiro de 2011 com a igreja repleta de amigos e familiares e os paroquianos em grande número.

Me sinto muito feliz de estar aqui realizando um trabalho que julgo necessário que é o de levar a Palavra de Deus por meio das celebrações litúrgicas e os vários momentos proporcionados para uma maior interação padre/ comunidade e percebo que nosso povo tem sede de ouvir e de aprender sempre mais os ensinamentos de Deus e de Sua Igreja. A juventude sempre esteve em meu coração, de modo que vi logo a necessidade de acompanha-los mais de perto e estar junto a eles. Por isso foi criado o Grupo JUSTO (Jovens Unidos à Santíssima Trindade Onipotente) para responder essa necessidade dos jovens de imediato. A renovação espiritual tem sido constante; as adorações ao Santíssimo sacramento tem sido um refúgio e consolo para todos. Os atendimentos aos fiéis proporcionam um maior conhecimento do rebanho e, consequentemente, o crescimento no aspecto sacramental e espiritual. Não abro mão dos atendimentos personalizados e espero continuar assim durante todo o tempo de minha permanência aqui. Tenho procurado estar aberto a todos e, assim, acolher cada proposta e carisma com o objetivo de enriquecer sempre mais a ação pastoral.

Espero que possamos juntos realizar a vontade de Deus em nossas vidas e jamais esquecer que ser comunidade é estar unidos num só objetivo: alcançar o Reino de Deus e levar também outros. Estou muito feliz por celebrar com todos os 20 anos de criação de nossa paróquia. Muito foi feito até aqui, mas é necessário continuar trabalhando para que mais e mais jovens, adultos, crianças e idosos façam a experiência de ter vida em abundância. Não podemos nos conformar com o mínimo, mas buscar sempre mais o máximo da nossa existência que deve estar marcada pela presença de Jesus em meio a nós! A todas as famílias de nossa paróquia, rogo o auxilio da Virgem Santa e de seu esposo São José para que vivam a experiência de serem verdadeiras famílias pautadas nos verdadeiros valores e atitudes que revelem o amor mútuo, fruto de uma experiência com Jesus Cristo por meio da fé.

Que os 20 anos nos impulsione a viver com intensidade uma nova fase em que toda a comunidade se envolva como numa família onde a corresponsabilidade seja a marca registrada e o elo que nos une.

Deus abençoe a todos!