CNBB e AIS se promovem jornada de oração pelos cristão perseguidos

Bombeiros combatem incêndio em diferentes regiões da Itália
31 de julho de 2022
Repórter Canção Nova |31.jul.2022
31 de julho de 2022

A liberdade religiosa atinge um terço dos países em todo o mundo, aproximadamente 5,2 bilhões de pessoas, apontam as estimativas

Da redação, com CNBB

No próximo dia 1º de agosto, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), por meio de sua Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial, em parceria com a Ajuda a Igreja que Sofre (ACN) no Brasil, promovem o Dia de Oração e Missão pelos Cristãos Perseguidos.

A discriminação e a perseguição com base na crença religiosa são um fenômeno crescente em todo o mundo. A liberdade religiosa é violada em quase um terço dos países do mundo (31,6%), onde vivem dois terços (67%) da população mundial – aproximadamente 5,2 bilhões de pessoas. Por trás dos conflitos mais violentos do mundo estão aqueles que manipulam a religião na busca pelo poder, seja ele político, econômico ou social.

Não há somente uma religião que seja perseguida ou mesmo manipulada. Dependendo da localidade, uma se sobressai como alvo de ataques que vão desde frases discriminatórias a atos de violência gratuita e sem sentido. Mas, no geral, os cristãos ainda se mantêm no topo das estatísticas como o grupo religioso mais perseguido e odiado do mundo.

O post CNBB e AIS se promovem jornada de oração pelos cristão perseguidos apareceu primeiro em Notícias.