Arcebispo de Aparecida pede pátria sem armas, mentira e corrupção

Seminário na Nigéria é atacado e três estudantes são sequestrados
13 de outubro de 2021
Freiras são presas na Índia acusadas de converter hindus por usar hábito
13 de outubro de 2021

APARECIDA, 13 de out, 2021 / 03:17 pm (ACI).- Durante a missa solene da festa de Nossa Senhora Aparecida, no santuário nacional, na manhã de 12 de outubro, o arcebispo de Aparecida (SP), dom Orlando Brandes, pediu, numa homilia bastante política, que todos construam juntos a “pátria amada”, que “não pode ser pátria armada” e deve ser “sem ódio, sem mentira e fake news, sem corrupção”. À tarde, o presidente Jair Bolsonaro participou da missa no santuário, quando fez uma das leituras da missa e rezou a consagração à padroeira do Brasil.