Colômbia: ONU condena uso excessivo de força contra manifestantes

Na próxima semana, Cássia inicia festejos de Santa Rita
4 de maio de 2021
Bispos pedem orações por vítimas de acidente de metrô no México
4 de maio de 2021

Protestos contra a proposta de reforma tributária acontecem na Colômbia

Da redação, com agências

Colombia

ONU condena uso excessivo de força contra manifestantes na Colômbia./ Foto: REUTERS/Luisa González

A Organização das Nações Unidas (ONU) condenou nesta terça-feira, 4, “o uso excessivo de força” pela polícia durante manifestações na Colômbia contra uma reforma tributária.

Em entrevista coletiva, a porta-voz da Alta Comissária para os Direitos Humanos da ONU, Marta Hurtado, disse estar “profundamente alarmada” com acontecimentos em Cali, onde policiais abriram fogo contra manifestantes que se opõem à reforma.

Ela pediu calma antes de um novo dia de manifestações programado para esta quarta-feira, 5. Marta lembrou que as armas de fogo devem ser usadas somente como último recurso, e que os direitos humanos devem ser preservados. 

Um levantamento oficial indicou 19 mortos, incluindo um policial, e quase 850 feridos, sendo 306 civis.

“O nosso escritório na Colômbia está verificando o número exato de vítimas e determinando como esse terrível incidente aconteceu em Cali”, disse a porta-voz.

A reforma fiscal é considerada “inoportuna” em plena pandemia de covid-19, que agravou a crise econômica no país. O presidente Ivan Duque propôs retirar o plano original e redigir um novo texto, anulando os principais pontos contestados.

O post Colômbia: ONU condena uso excessivo de força contra manifestantes apareceu primeiro em Notícias.